Google+ Followers

quinta-feira, 16 de maio de 2013


Fazer Geografia.

 
Mapas são análises espaciais, uma vez que, na impossibilidade de representar tudo o que há no espaço, elege objetos naturais e/ou culturais para representar a realidade. O mapa por isso é diferente da fotografia que, embora também forçosamente analítica, esmiúça muito menos o significado das coisas no âmbito de seu recorte. O mapa infiltra-se na realidade e exfiltra para o leitor o conhecimento apurado, o entendimento profundo de cada parte que compõe uma determinada realidade. Fazer mapas implica análise científica detalhada do espaço a ser mapeado, daí, para se compreender como funciona tal espaço, ser necessário ler variados mapas da mesma área.

A Geografia é uma ciência holística, ou seja, aquela que privilegia o todo e não as partes como não poderia deixar de sê-lo, haja vista seu objeto de estudo, o Espaço Humano no Planeta Terra. A Geografia não analisa, abrange. É a ciência sem a qual os conhecimentos não fecham. É a Geografia que dá esse arremate, essa totalização ao edifício, essa visão de conjunto ao demonstrar as conexões que dissipam o erro de quem só vê em parte.

Fazer geografia é confeccionar mapas do Espaço Humano na Terra, ainda que sem desenhá-los, e usar todos eles em um estudo completo, profundo, apaixonado e revelador.

 

Por Carlos Alberto Carvalho.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário estabelecento o máximo de relações entre as ideias, representações, categorias e conceitos estudados.